O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) durante blitz de rotina na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, recuperou uma motocicleta com restrição de roubo e furto. Na ocasião, um menor de idade, que conduzia o veículo foi apreendido pela Polícia Militar (PM) e encaminhado ao 4º Distrito Policial. O jovem alegou que havia comprado a moto de uma mulher dias atrás.

Moto Recuperada durante a Blitz

Moto Recuperada durante a Blitz

Além do trabalho de fiscalização em veículos e condutores nas ruas e avenidas de Boa Vista, o Detran tem tido êxito também na localização de entorpecentes escondidos. Por isso, o apoio da PM é primordial para dar segurança aos agentes de trânsito que desenvolvem as ações.

Segundo explicou o diretor-presidente do Detran, Jorge Everton, esta é mais uma prova que a Autarquia está trabalhando em prol da população. Ele afirma que grande parte da população aprova as blitze diárias em Boa Vista e que uma pequena parcela é quem questiona. “Se o condutor estiver com as taxas em dia, tiver Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou Permissão e não estiver fora da lei, ele não deve temer o trabalho. Isso acontece em todo o Brasil, e por isso seguimos o que preconiza o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e Organização Mundial de Saúde (OMS) quem juntos dos estados pretendem reduzir índices de acidentes”, disse.

Desde janeiro deste ano, o Detran, em parceria com a PM, Polícia Civil, Academia de Polícia Integrada (API) e Secretaria Estadual de Segurança Pública têm realizado a “Operação Salvando Vidas” todos os fins de semana, visando a redução no número de acidentes. No primeiro semestre a redução foi de 72%, em relação ao mesmo período de 2010, e por isso o Detran ampliou as ações, passando a atuar em faixas de pedestres e avenidas de grande fluxo durante os dias de semana.

A comerciante Adria Sanchez disse que aprova a ação enérgica do Detran em Roraima. Ela afirma que para ter um veículo, a pessoa deve pensar na CNH e na documentação que deve ser paga anualmente. “Tem gente que inverte os valores. Parece que os agentes estão errados, estando nas ruas fazendo blitze. Isso é inacreditável”, enfatizou.

“CIDADÃO DO FUTURO”

Paralelo a isso, os jovens do “Projeto Cidadão do Futuro” desenvolvem trabalhos voltados à educação no trânsito. São estudantes, que no horário oposto às aulas, têm aulas de legislação e regras de trânsito, teatro, canto e oficinas de artes. Os trabalhos acontecem no auditório do Detran, em blitze educativas nas ruas e em escolas estaduais.

Os alunos recebem uma bolsa equivalente a 45% do salário mínimo, farda e vale-transporte para auxiliá-los mensalmente. Por ano, 100 alunos participam do projeto, sendo 50 a cada semestre.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *