Todos os meses, os empregadores são obrigados a descontar de seus funcionários um valor referente a tabela IRPF 2019. Apesar de esse ser um assunto de grande importância, poucas pessoas realmente compreendem.
Ela é definida todos os anos, e mostra quais são os valores a serem descontados. É fundamental conhecer bem para não ter nenhum valor indevido retirado de seu bolso.

Entenda melhor o que é a tabela IRPF, e o que, exatamente, são as tais das alíquotas. Tire suas dúvidas também sobre a obrigatoriedade da declaração. Essas e outras informações estão nesse conteúdo exclusivo.

O que é a Tabela IRPF?

A Tabela IRPF é estabelecida para que se tenha uma base referente ao valor a ser descontado todos os meses do salário. Esse desconto acontece em folha, e é cobrado de trabalhadores regulares devidamente registrados.

É essencial que a cada novo ano, os trabalhadores se informem a respeito dos ajustes nos valores.

A partir da tabela IRPF 2019, a Receita Federal consegue calcular os rendimentos de cada cidadão, e também os descontos das deduções. Com isso, chega-se a um resultado de alíquota e parcela a deduzir.

Cronograma

Após toda ansiedade e correria para fazer a declaração, e estar respirando tranquilamente por estar em dia com o prazo do IRPF, vem a pergunta: como será o cronograma de restituição dos valores?

Então, explicando em miúdos, o cronograma do IR – Imposto de renda leva em consideração sempre a ordem de entrega da declaração. Isso significa que o contribuinte que se organizou e declarou logo no inicio, começa a receber a restituição mais rapidamente.

Além disso, existem também outros grupos de contribuintes com prioridade que podem receber antes, como:

  • Maiores de 80 anos;
  • Portadores de moléstias graves;
  • Contribuintes portadores de deficiência física ou mental;
  • Contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Veja abaixo também o cronograma para o contribuinte que cumpriu o prazo IRPF:

  • 1º lote: 16 de junho;
  • 2º lote: 17 de julho;
  • 3º lote: 15 de agosto;
  • 4º lote: 15 de setembro;
  • 5º lote: 16 de outubro;
  • 6º lote: 16 de novembro;
  • 7º lote: 15 de dezembro.

Então, sabendo sobre todas essas informações, agora é só não dar mole na hora de de verificar e receber a (tão esperada) restituição.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *